Coordenador : Emeli Moura de Araújo
Ano: 2017
Publico Alvo : O público-alvo da presente ação são clientes da Farmácia Universitária da UFF, estimando-se aproximadamente 100 clientes por mês.
Local de atuação: MTC
Resumo
A radiação ultravioleta exerce muitos efeitos deletérios ao corpo humano. A exposição crônica e aguda aumenta o risco do desenvolvimento de câncer de pele que é altamente prevalente no Brasil, também causa envelhecimento da pele, eritema e problemas oculares como catarata. Dermatologistas recomendam a utilização de protetores solares e vários estudos demonstraram que o uso regular reduz os riscos supracitados. Atualmente o meio primário de medir e reportar a eficácia de protetores solares é a determinação do fator de proteção solar (FPS). O objetivo deste trabalho é suprir uma demanda da Farmácia Universitária da UFF (FAU) através do desenvolvimento de formulação fotoprotetora avaliando sua eficácia in vitro e estabilidade. Serão envolvidos professores, técnicos e alunos do curso de Farmácia da UFF. Os alunos terão a oportunidade de vivenciar e aplicar seus conhecimentos das disciplinas Farmacotécnica e Tecnologia de Cosméticos. O ganho social será a possibilidade de a FAU voltar a produzir um produto muito prescrito pelo setor de Dermatologia do Hospital Antônio Pedro (UFF) e por profissionais da área de saúde, beneficiando assim a população consumidora deste produto.