Coordenador : Maria Isabel Bastos Valente
Ano: 2017
Publico Alvo : Indivíduos fumantes residentes no município de Nova Friburgo, dentistas e ACS que trabalham na Estratégia da Saúde da Família, dentista da rede pública, alunos e docentes da faculdade de Odontologia do ISNF/UFF
Local de atuação: MGD
Resumo
O controle do tabagismo é um dos maiores desafios da saúde pública, pois trata-se de um dos principais fatores de risco para as doenças crônicas, como também está associado a diversos problemas bucais, entre os quais o câncer e a doença periodontal. Atualmente, o tabagismo responde por cerca de 15% do total de mortes nos países em desenvolvimento, sem contar com os enormes custos econômicos, sociais e ambientas decorrentes de seu consumo. Em contrapartida, os problemas relacionados à saúde bucal são reconhecidos como potenciais causadores de impacto negativo na qualidade de vida dos indivíduos. Este projeto pretende desenvolver ações que reduzam grau de dependência do consumo de cigarro influenciando positivamente na qualidade de vida relacionada à saúde bucal. Além dos dados clínicos, serão avaliados dados sócio-demográficos, pois é imprescindível conhecer as possíveis comorbidades dos dependentes de tabaco quando se pretende propor estratégias de promoção e prevenção em saúde bucal, possibilitando a inclusão de políticas que leve em consideração a qualidade de vida dos indivíduos e da sociedade. A abordagem metodológica visa despertar um pensamento crítico e reflexivo para que os indivíduos tenham autonomia e optem por uma vida saudável. Assim, para fortalecer e aumentar a qualidade de resposta do setor de saúde às demandas da população, a universidade deve assumir a sua parcela de responsabilidade na política de educação em saúde, articulando estratégias que envolvem o aumento da interação entre usuários do sistema, equipe de ESF, dentistas da rede de atenção à saúde, alunos e professores.