Coordenador : Maria Thereza Baptista Wady
Ano: 2017
Publico Alvo : Pacientes portadores de doença inflamatória Intestinal atendidos no ambulatório de gastroenterologia do Hospital Universitário Antônio Pedro. Discentes de Nutrição (graduação e pós graduação)
Local de atuação: MND
Resumo
Doença Inflamatória Intestinal (DII) é a denominação genérica de um conjunto de enfermidades caracterizadas por ativação crônica da resposta inflamatória no epitélio intestinal e cujas duas principais formas são a Doença de Crohn e a Retocolite Ulcerativa. De causa ainda desconhecida a DII não tem cura e cursa com importantes alterações no estado nutricional (EN) de etiologia multifatorial. São observados: perda de peso, hipoalbuminemia, anemia e deficiência de vitaminas e minerais. Ultimamente, com a utilização da terapia imunobiológica, o sobrepeso e a obesidade também estão se tornando prevalentes nesses pacientes. Tanto a desnutrição como o sobrepeso podem agravar o prognóstico da doença, com consequente redução da competência imunológica, aumento das infecções e da resposta inflamatória. Assim sendo, a intervenção nutricional é uma modalidade terapêutica coadjuvante que objetiva: recuperar ou manter o EN; fornecer o aporte adequado de macro e micronutrientes; oferecer alívio dos sintomas; reduzir as indicações e complicações cirúrgicas; diminuir a atividade da doença e aumentar a qualidade de vida. O objetivo deste projeto é prestar atendimento nutricional a pacientes com DII em tratamento ambulatorial no HUAP/UFF, envolvendo a participação discente e propiciando dados para o desenvolvimento de pesquisas. O atendimento será realizado no ambulatório de DII da gastrenterologia do HUAP, que funciona todas as sextas-feiras a tarde. Em parceria com a equipe médica serão atendidos todos os pacientes agendados para consulta médica. O atendimento constará de avaliação nutricional seguida de orientação dietoterápica individualizada. A periodicidade das reavaliações será trimestral ou de acordo com a necessidade de cada paciente.