Coordenador : Johnny Menezes Alvarez
Ano: 2018
Publico Alvo : Docentes da Universidade Federal Fluminense Discentes de vários cursos da UFF Docentes de outras IES Docentes da rede municipal de Ensino de Oriximiná/PA Discentes da rede municipal de ensino de Oriximiná/PA (público indireto) Membros externos de outras instituições Membros de organizações não governamentais.
Local de atuação: GSI
Resumo
A principal linha de ação concentra-se na área do Patrimônio Cultural Brasileiro, especialmente na Educação Patrimonial, através da formação continuada de educadores. Esta ação se dá através de uma pesquisa-intervenção de construção coletiva com uma metodologia que denominamos Etnoeducação Patrimonial. De caráter transdisciplinar, agrega contribuições de diversos saberes atravessando áreas acadêmicas e os saberes locais no cotidiano de Oriximiná. O Projeto pauta-se no princípio da indissociabilidade entre pesquisa-ensino-extensão. Em 2016 iniciamos uma curso de pós graduação lato sensu que é acompanhado por um grupo de pesquisa/ estudo denominado Etnoeducação, cultura e patrimônio. Entre os principais objetivos do projeto neste ano de 2018 estão: realização de oficinas e produções de narrativas textuais e audiovisuais que incorporarão as monografias dos cursistas da pós, assim como os Trabalhos de Conclusão de Curso dos discentes UFF;incorporação das monografias dos cursistas da pós como material didático das escolas municipais de Oriximiná; edição final e apresentação em eventos do Filme Ramada, realizado em co-produção com a comunidade quilombola Boa Vista Cuminã, e do livro Acumulando novas histórias de um discente e membro do projeto, Matheus Cruz, a partir da vivência oral com as comunidades; inserção de parte do material produzido no sitio www.patrimoniocultural.uff.br para divulgação interna e externa. Assim, o presente projeto visa instrumentalizar a área de cultura e comunicação do programa Educação Patrimonial em Oriximiná-PA e os cursistas da pós com intuito de criar modos de expressão, narrativas e diálogos que comuniquem conteúdos e experiências que incorporem necessidades locais produzindo o empoderamento de seus membros.