Coordenador : Leonardo Pinto de Almeida
Ano: 2018
Publico Alvo : A presente revista tem, como público alvo, pesquisadores de diversas áreas – estando eles nas condições de leitores e/ou autores –, interessados nas temáticas publicadas na Revista. Esta revista foi criada com o objetivo de contemplar a área de psicologia e suas disciplinas afins com a apresentação periódica semestral de um conjunto de artigos de qualidade e excelência acadêmica sobre a problemática relativa aos estudos contemporâneos da subjetividade. O formato eletrônico da revista possibilita o acesso gratuito, devido à sua circulação na internet e, consequentemente, terá uma larga visibilidade na área acadêmica. Temos como um dos objetivos, nos tornar presentes nas bases de dados importantes da área das ciências humanas para viabilizar ainda mais sua grande distribuição. Promoveremos assim o intercâmbio entre pesquisadores, divulgando seus trabalhos científicos e suas pesquisas, ferramentas cruciais para a discussão no seio da produção acadêmica. Os trabalhos publicados em nossa revista viabilizarão material didático para pesquisas de alunos de psicologia e outras áreas, possibilitando processos de ensino-aprendizagem nos diversos campos do conhecimento.
Local de atuação: CPS
Resumo
A Revista ECOS – Estudos Contemporâneos da Subjetividade é um projeto de revista de psicologia que abriga trabalhos científicos que tematizem a contemporaneidade em relação ao problema da subjetividade. Desde a submissão de trabalhos até a editoração de artigos aprovados, a equipe está diretamente envolvida com os pormenores da divulgação de conhecimento científico academicamente subsidiado. A proposta é de orientação e de acompanhamento de bolsista de extensão na execução de atividades relativas ao processo editorial. Tal processo é expressão da preocupação com a divulgação do conhecimento, produzido por pesquisadores de distintas IES brasileiras e estrangeiras, diretamente relacionado com a fecundidade de diálogos interdisciplinares sobre a questão das relações traçadas entre o contemporâneo e a subjetividade. O trabalho do bolsista visa, também, ao enriquecimento acadêmico de sua formação, já que o mesmo acompanhará o complexo processo avaliativo e de publicização de conhecimento na área de Ciências Humanas.