Coordenador : Adriana Eiko Matsumoto
Ano: 2018
Publico Alvo : O PROJETO FOI CONSTRUÍDO EM PARCERIA COM DIFERENTES COLETIVOS E MOVIMENTOS SOCIAIS DE VOLTA REDONDA, SENDO QUE O PÚBLICO-ALVO DO PROJETO SÃO OS QUE COMPÕEM TAIS COLETIVOS/MOVIMENTOS, OS ALUNOS E PROFESSORES DA UFF, BEM COMO A POPULAÇÃO DE VOLTA REDONDA QUE TEM SIDO ALVO DE AVILTAMENTOS EM RELAÇÃO AOS DIREITOS HUMANOS.
Local de atuação: VPS
Resumo
O Observatório de Direitos Humanos Sul Fluminense (ODH-SULFLU)surge de uma articulação profícua entre a Universidade (alguns professores dos Departamentos de Psicologia, Direito e Multidisciplinar da UFF PUVR) e diferentes coletivos e movimentos sociais da região Sul Fluminense. A construção dos objetivos, eixos e propostas do Observatório deram-se a partir de sucessivas reuniões, de modo a elencar as demandas para a garantia de direitos que seguem aviltadas nesse território. Elegeu-se o Direito à Cidade como eixo norteador do Observatório, tendo como sub-eixos: 1. Questão fundiária, 2. Questão ambiental, 3. Trabalho digno, 4. Direitos das mulheres, 5. Igualdade Racial, 6. Juventude e 7. Memória e acesso à Justiça. As atividades do Observatório estão balizadas pela indissociabilidade ensino-pesquisa-extensão, compreendendo a função social da Universidade no contexto de sua inserção. As atividades consistirão de ofertas de disciplinas obrigatórias e optativas, bem como formação de grupos de estudos e trabalho, com articulação interdepartamental, com a sistematização e análise de dados disponibilizados em plataformas oficiais, que subsidiarão o desenvolvimento de pesquisas capazes de avaliar e fiscalizar as ações dos órgãos estatais e, eventualmente, formular recomendações nas diferentes esferas públicas. Realizaremos a construção de novas informações a partir de elaboração de pesquisas, bem como ações de extensão como seminários, elaboração de documentos técnicos, estabelecidos a partir das prioridades elencadas em diálogo com os diferentes coletivos e movimentos que compõem o Observatório. Compreende-se que parte do público alvo do presente programa são todos os membros do Observatório, bem como a população de Volta Redonda e Região Sul Fluminense.