Coordenador : Sávio Freire Bruno
Ano: 2018
Publico Alvo : O público alvo interno da Universidade inclui: discentes dos cursos de Medicina Veterinária, Ciências Biológicas e áreas afins, assim como eventuais participações de outras áreas transversais do conhecimento, desde que em consonância com as diretrizes e a gerência do NEIG - UFF. Inclui, também, docentes e técnicos, desde que, igualmente, acordados com a coordenação do NEIG - UFF. Também, o corpo técnico de instituições regionais, como exemplo, do município de Iguaba Grande, RJ e região, assim como, de instituições parceiras, como o Instituto Estadual do Ambiente (INEA / RJ).
Local de atuação: NEIG
Resumo
O presente Programa objetiva agregar projetos de Ensino, Pesquisa e Extensão, de cunho científico, cultural ou artístico que sejam em parte ou no todo, executados no NEIG - UFF (Núcleo Experimental de Iguaba Grande, RJ), campus da Faculdade de Veterinária da UFF. Objetiva, além, disciplinar, promover, gerenciar e executar projetos e ações que contribuam para a conservação e desenvolvimento do referido campus, a curto, médio e longo prazo. Neste contexto, estabelecer condições mínimas essenciais ao desenvolvimento de atividades acadêmico-científicas, em consonância com o que se espera de um campus, inserindo-o no contexto universitário e priorizando ações que envolvam o corpo discente, de graduação e pós-graduação, mas também o docente e técnico. Visa a promoção de atividades, a saber, agregando alunos, professores de Medicina Veterinária, Ciências Biológicas, entre outras áreas do conhecimento, incluindo todos os valores e segmentos da UFF, capazes de se integrar em uma proposta transversal de ações universitárias disciplinares ou multi/transdisciplinares. Visa aprofundar parcerias institucionais já estabelecidas pela UFF e estabelecer novas parcerias, de acordo com a ciência e aprovação da Direção da Faculdade de Veterinária - UFF. Visa a conservação, o estudo e aprofundamento das potencialidades do NEIG - UFF, de forma a direcionar ações sustentáveis pertinentes à sua condição de área protegida, parte da APA Estadual de Sapeatiba. A proposta inclui a possibilidade de pleitear e gerir a captação de recursos em projetos oficializados, assim como a revitalização, melhorias e inovações do ponto de vista estrutural do campus, sua gestão e ordenamento do espaço.