Coordenador : Ana Claudia Lima Monteiro
Ano: 2018
Publico Alvo : Crianças e adolescentes com deficiência cognitiva que procura o Serviço de Psicologia Aplicada.
Local de atuação: GSI
Resumo
Este trabalho tem como objetivo, em parceria com o Serviço de Psicologia Aplicada da Universidade Federal Fluminense, atuar junto às crianças e aos adolescentes com deficiências intelectuais que são atendidos por esta Instituição ou advindos da comunidade. O trabalho consiste em produzir oficinas de corpo que levem em consideração tanto as possibilidades de relação das crianças e adolescentes entre si, quanto destes com a equipe e materiais diversos apresentados por nós. Pensamos que, a partir das atividades que levam em consideração o corpo e os afetos, somos capazes de interagir com estas crianças e adolescentes de forma a produzir vínculos afetivos que não passem somente pela linguagem falada ou códigos corporais pré-determinados, mas também pelas interações produzidas pelos corpos e atores presentes nas oficinas. Tendo como ponto de apoio a ideia da diversidade neuronal, pensamos ser importante buscar maneiras alternativas de interação que levem em consideração as potências dos sujeitos envolvidos em nosso trabalho. Desta forma, serão oferecidos materiais diversos nas oficinas que possam interessar às crianças e adolescentes tanto individual quanto coletivamente, estes são capazes de criar novos vínculos afetivos que propiciem uma diversidade de interação que enriqueça a vida destas pessoas não apenas na interação conosco, mas também na possibilidade de se relacionar e se afetar fora do espaço da Instituição. Por último, também buscamos fazer com que os adolescentes sintam-se num espaço de cuidado em que as diversas formas de estar no mundo podem ser acolhidas e respeitadas coletivamente.