Coordenador : Fernanda Volpe de Abreu
Ano: 2018
Publico Alvo : Crianças de 0 a 13 anos de idade, matriculadas nas creches e escolas municipais da cidade de Nova Friburgo - RJ.
Local de atuação: FFE
Resumo
A Organização Mundial de Saúde (OMS) ainda considera a cárie dentária como sendo uma doença de alta frequência, e sua prevenção tem sido objeto de atenção de alguns pesquisadores (WEYNE, 1993; MALTZ, 1996). Embora a prevalência da cárie tenha diminuído muito nos últimos 20 anos, ela persiste como um grave problema de saúde pública em todo o mundo resultando na principal causa de perda dentária para adultos e crianças (FEATHERSTONE, et al., 2000). Esta realidade não é diferente na cidade de Nova Friburgo. Dessa forma, o presente estudo tem por objetivo investigar a vulnerabilidade a cárie de crianças matriculadas nas creches e escolas municipais de Nova Friburgo, de acordo com sua microbiota salivar, buscando-se, assim, a intervenção o mais precoce possível, ou seja, antes que os sinais macroscópicos da doença, apareçam. Para isto buscar-se-á o tratamento preventivo da cárie dentária com aplicações tópicas de fluoreto com frequência ajustada para cada categoria salivar encontrada na população alvo. Além disto será trabalhada a educação em saúde, dentro da filosofia da Promoção de Saúde e da Atenção Primária de Saúde - componente saúde bucal.