Coordenador : Adriano de Oliveira Caminha
Ano: 2018
Publico Alvo : Crianças autistas entre 4 e 15 anos de idade.
Local de atuação: VCX
Resumo
Os transtornos do espectro do autismo consistem em um distúrbio que engloba comprometimento nas áreas relacionadas à comunicação, à interação e às ações simbólicas. Além disso, compromete o comportamento geral e o desenvolvimento neuropsicológico do portador. Sendo a linguagem um importante processo que é afetado neste contexto, o projeto de extensão Ambiente Digital de Aprendizagem para Crianças Autistas (ADACA) que está sendo realizado na Universidade Federal Fluminense, no Campus Volta Redonda, desenvolve ferramentas computacionais com o objetivo de auxiliar na aprendizagem da criança autista, através de atividades complementares no ensino de matemática, português e música, contribuindo para a inclusão digital dessas crianças. Até o presente momento, foram desenvolvidos jogos educativos que geram dados de uso para testes e análises que são usados pelas crianças autistas no LADACA, como também jogos e aplicativos para dispositivos móveis, para que sejam usados onde a criança estiver. O LADACA conta com três ambientes: um lúdico, um computacional (quatro máquinas com webcam para registro dos movimentos; jogos do projeto ADACA, com registros de utilização) e um de gerenciamento e geração de relatórios onde um servidor recebe todos os dados das sessões de jogos (tempo de cada jogo, caminho do mouse, erros, etc) de cada criança para verificação do desenvolvimento de cada uma. O objetivo deste projeto é desenvolver um Sistema de Analise de Aprendizagem, para gerar relatórios cientifico estatísticos, a partir desses dados das sessões de jogos, para que seja possível realizar análises sobre o desenvolvimento e aprendizagem das crianças com autismo.