Coordenador : Vera Lúcia Prudência dos Santos Caminha
Ano: 2018
Publico Alvo : Crianças autistas entre 4 e 15 anos de idade.
Local de atuação: VFI
Resumo
Os Transtornos do Espectro do Autismo consistem em um distúrbio que engloba comprometimento nas áreas relacionadas à comunicação, à interação e às ações simbólicas. Além disso, compromete o comportamento geral e o desenvolvimento neuropsicológico do portador. Sendo a linguagem um importante processo que é afetado neste contexto, o projeto de extensão Ambiente Digital de Aprendizagem para Crianças Autistas (ADACA) que está sendo realizado na Universidade Federal Fluminense, no Campus Aterrado em Volta Redonda-RJ, desenvolve ferramentas computacionais com o objetivo de auxiliar na aprendizagem da criança autista, através de atividades complementares no ensino de matemática, português e música, contribuindo para a inclusão digital dessas crianças. A presente proposta tem como foco principal o estudo estatístico para a realização da avaliação das crianças que utilizam os jogos do ADACA no laboratório do projeto (LADACA), oferecendo um suporte para acompanhamento do progresso das mesmas, auxiliando também no aperfeiçoamento dos jogos. Essa análise terá como base uma estatística avançada e tem como objetivo principal a interpretação dos dados de cada usuário ao utilizarem os jogos. Até o presente momento, foram desenvolvidos jogos educativos que estão sendo usados pelas crianças autistas no LADACA (Laboratório do Ambiente Digital de Aprendizagem para Crianças Autistas) o qual é dividido em três ambientes (Lúdico, Computacional e de Gerenciamento). Visamos com esse trabalho, favorecer a socialização, bem como a melhoria da qualidade de vida que fazem parte da construção de uma sociedade mais inclusiva, justa e humanitária.