Coordenador : Liliane Faria da Silva
Ano: 2018
Publico Alvo : Contará com a participação dos discentes de graduação, em Enfermagem da UFF, professores disciplina de enfermagem na saúde da criança e do adolescente II, residentes de Enfermagem que estejam lotados na enfermaria Pediátrica, integrantes da equipe de enfermagem do serviço envolvido (enfermeiros e técnicos de enfermagem) e familiares/acompanhantes das crianças e adolescentes hospitalizados.
Local de atuação: MEP
Resumo
A hospitalização infantil é uma experiência estressante que envolve necessidade de adaptação da criança e sua família as várias mudanças que acontecem no seu cotidiano. A permanência do acompanhante em período integral no ambiente hospitalar passou a se tornar mais efetiva após a promulgação da Lei nº8.069, de 13 de julho de 1990, que regulamenta o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Durante nossas atividades do ensino teórico prático da disciplina Enfermagem na saúde da criança e do adolescente II, na unidade de internação pediátrica do HUAP, observamos que apesar da presença constante do acompanhante, ainda não existe um programa de orientação voltado para atender suas demandas a respeito do cuidado da criança que ele acompanha. Desta forma, encontramos o ambiente propício para investir em educação em saúde, partindo-se da situação de saúde/doença da criança para a promoção da saúde da família. Com a expectativa, de formar futuros profissionais enfermeiros mais sensibilizados e humanizados para o cuidado, que considerem a integralidade dos sujeitos; integrar equipe de saúde e acompanhantes, criaremos uma atividade em grupo com os docentes e discentes da graduação em Enfermagem da UFF, profissionais do serviço e acompanhantes das crianças e adolescentes hospitalizados.