Coordenador : Emeli Moura de Araújo
Ano: 2018
Publico Alvo : O público-alvo da presente ação são pacientes pediátricos internados ou provenientes do Hospital Universitário Antônio Pedro (HUAP), estimando-se aproximadamente 10 prescrições por mês.
Local de atuação: MTC
Resumo
A Furosemida é um dos fármacos mais utilizados na terapia intensiva pediátrica e neonatal e é um dos pilares de tratamento em longo prazo de crianças com doença pulmonar crônica, síndrome nefrótica ou insuficiência cardíaca. No Brasil este diurético é disponibilizado na forma de comprimidos de 40mg e solução injetável de 10mg/mL. Pacientes pediátricos necessitam de doses menores e individualizadas, portanto a prescrição de fórmulas magistrais e a sua preparação nas farmácias com manipulação e hospitalares permite obter medicamentos sob a forma de líquidos para uso oral, adaptados às necessidades específicas de cada paciente. Preparações líquidas são as mais adequadas para uso em crianças, devido à facilidade de ajuste das doses e das características organolépticas, bem como pela facilidade na deglutição e administração, no entanto são as que mais apresentam problemas de instabilidade o que pode acarretar em perda na eficácia do medicamento. Nesse contexto, o objetivo do presente projeto é o desenvolvimento de formulação líquida oral de furosemida para a Farmácia Universitária da UFF e determinação da estabilidade físico-química. Serão envolvidos professores, técnicos e alunos do curso de Farmácia da UFF. Os alunos terão a oportunidade de vivenciar e aplicar conhecimentos da disciplina Farmacotécnica e de Controle de Qualidade de Medicamentos em um problema real da prática profissional. O ganho social vislumbrado é a determinação do prazo de validade desta formulação muito requisitada pelo setor de Pediatria do Hospital Universitário Antônio Pedro aumentando assim a segurança e eficácia no uso deste medicamento.