Coordenador : Dayala Paiva de Medeiros Vargens
Ano: 2018
Publico Alvo : Em 2018, o Programa de Alfabetização e leitura seguirá ampliando e diversificando o seu público-alvo. Tradicionalmente voltado para a alfabetização, leitura e letramento em língua portuguesa, o Programa objetiva abarcar atividades em línguas adicionais/ estrangeiras e também em diferentes linguagens. Entende-se que uma proposta plurilíngue e multiletrada favorecerá a ampliação e diversificação do público participante e do nosso acervo bibliográfico. Por meio da colaboração de parcerias instititucionais, como a Biblioteca Parque de Niterói e Sociedade Musical Dramática Riobonitense (Projeto ComunicArte/ Ponto de Cultura de Rio Bonio) , a Secretria Municipal de Educação de Itaboraí, entre outros, espera-seatingir um público mais heteronêno da comunidade externa à UFF. Ainda assim, seguiremos mantendo o público tradicionalmente atendido pelo Programa: profissionais da Educação e de áreas afins; estudantes de graduação e pós-graduação de Educação, de Letras e áreas afins; crianças/alunos da Unidade de Educação Infantil da UFF e de escolas da rede pública de Niterói. Estimam-se o seguinte quantitativo: 1. cerca de 1.096 frequentadores do Programa que fazem uso de seu acervo por meio de empréstimo; 2. cerca de 220 participantes nos cursos de extensão oferecidos. Desse modo, o número total de usuários/participantes das ações do PROALE é estimado em 1220.
Local de atuação: SSE
Resumo
Em 2018, o Programa Alfabetização e Leitura, atuante desde 1991 no âmbito da leitura e alfabetização em língua portuguesa, pretende investir na ampliação de seu público e de seus participantes, abarcando também profissionais e licenciandos do âmbito da educação em línguas estrangeiras/adicionais e suas respectivas literaturas. Faz parte dessas mudanças promover uma reflexão mais efetiva sobre as tecnologias digitais e as múltiplas linguagens. Para a implementação de novas ações, contaremos com parcerias, que aportarão contribuições teóricas e práticas, tal como o Laboratório de Educação Linguística (LABELIN/UFF) e o Grupo de Pesquisa Discurso e Educação Linguística (DELIN/CNPQ), dentre outros. Entretanto, para contemplar o desenvolvimento de ações novas, sob uma perspectiva do plurilinguismo e das múltiplas linguagens, objetiva-se a inauguração de quatro novos cursos de extensão e de outras atividades. Para tanto, depende-se da ampliação da equipe de execução. Além da oferta sistemática de cursos, o Programa continuará sendo espaço de empréstimo diário de materiais variados de leitura, especialmente de literatura infanto juvenil. O PROALE seguirá prezando a importância da articulação ensino/pesquisa/extensão, uma vez que agrega diferentes grupos de pesquisa e o seu acervo é utilizado como material de pesquisa . Com a expansão do Programa para os âmbitos da educação linguística em línguas adicionais e das múltiplas linguagens, objetiva-se ampliar a participação dos estudantes (especialmente de Pedagogia e Letras) no planejamento e execução das ações extensionistas, considerando a importância da creditação curricular viabilizada pela participação dos licenciandos tanto no planejamento quanto na execução das atividades do Programa.