Coordenador : Erika Vanessa Moreira Santos
Ano: 2018
Publico Alvo : Pesquisadores de diferentes cursos de graduação, pós-graduandos, docentes. discentes, poder público local, movimentos sociais, associações de moradores e grupos comunitários. Temos como público-alvo, a região norte fluminense, composta por nove municípios – Campos dos Goytacazes, Carapebus, Cardoso Moreira, São Francisco de Itabapoana, São João da Barra, Macaé, Quissamã, São Fidélis e Conceição de Macabu. A região é composta de nove municípios e uma população total de 849.515 habitantes (IBGE, 2010). É importante enfatizar que dificilmente os resultados e propostas do projeto serão de conhecimento de todos os habitantes da região, faremos um amplo esforço de divulgação nos meios de comunicação locais e regionais (rádios, jornais e TVs) e internet (site do ESR, redes sociais), visando atingir o maior público possível.
Local de atuação: GRC
Resumo
O projeto de extensão oferecerá à comunidade um panorama cartográfico e geográfico das condições econômicas e sociais dos municípios que compõem a Região Norte Fluminense, com a finalidade de amparar novas pesquisas e ações práticas a partir dessa caracterização das variáveis sociais e econômicas. Os resultados, sob a forma de um amplo banco de dados e de mapas temáticos, possibilitarão auxiliar e fundamentar as decisões do poder público e contribuir para o debate com a sociedade civil organizada, tendo como finalidade realizar uma caracterização e a elaboração de um atlas a partir das variáveis selecionadas Para tanto, o Instituto será inserido no debate sobre a questão regional. Visando inserir todos os atores/agentes, temos como meta a elaboração de um workshop no ESR com os resultados obtidos da coleta e sistematização prévias de algumas variáveis, entre elas, principalmente, saneamento, dinâmica econômica, mercado de trabalho, transportes, habitação e educação. À proporção que o diálogo e discussões com a comunidade e poder públicos avancem, novas variáveis serão incorporadas ao diagnóstico sobre a região. Como o projeto é uma possibilidade de contribuir e articular as demandas da comunidade, a participação popular é fundamental na consecução e divulgação dos resultados.