Coordenador : Simone Florim da Silva
Ano: 2018
Publico Alvo : Alunos de escolas públicas e particulares dos municípios de Niterói e do Rio de Janeiro e o público em geral que possa frequentar o Instituto Vital Brazil e os eventos científicos que pretendemos participar.
Local de atuação: MMO
Resumo
À primeira vista, parece difícil pensar em um ponto de encontro entre a arte e a ciência, acontece que a arte não deixa de ser uma ciência e tem o poder de sensibilizar a percepção e nos facilitar o encontro de novas ideias e soluções. Tanto as ciências quanto as artes requerem a invenção de novos conceitos e ideias, de novos caminhos de percepção. Grandes cientistas transitaram pelas vias de conexão entre a ciência e a arte e deixaram legados inestimáveis à humanidade. O ser humano nunca viveu sem utilizar a arte como forma de expressão, uma indicação de que a linguagem da arte é a própria linguagem da humanidade. Sendo assim, a arte precisa ser mais bem compreendida e valorizada na educação, em todos os níveis de ensino. A arte pode se combinar com a ciência como parte de uma estratégia pedagógica para a educação científica da população, tornando este aprendizado mais belo, prazeroso, lúdico e entendível. Neste sentido, a proposta do projeto é levar tanto a estudantes de escolas quanto ao público em geral, o conhecimento científico através de atividades artísticas, onde a emoção, a mente e o raciocínio serão utilizados para sua construção. Para que o projeto alcance seus objetivos, materiais para análises morfológicas histológicas, embriológicas e anatômicas serão preparados, de maneira a se tornarem peças de exposições artísticas, que serão levadas a comunidades acadêmicas e à população em geral. Espera-se que este projeto facilite a aquisição do conhecimento científico através da arte.