Coordenador : Yara Leite Adami Rodrigues
Ano: 2018
Publico Alvo : A Creche Comunitária Esperança em Cristo está localizada no Jacaré, um bairro da Região Oceânica – Niterói, RJ. Segundo o Censo IBGE (2000), o Jacaré possui uma população de 4154 habitantes. Assim como o bairro do Badu, este também apresenta problemas como a falta d’água e de esgoto sanitário e mais recentemente, o aumento da violência. No interior do bairro, ainda encontram-se produtores agrícolas e criadores de pequena monta. A ocupação se desenvolveu em torno da principal via do bairro, a Avenida Frei Orlando, onde predomina a população de baixa renda — com exceção do Condomínio Ubá que, margeando a estrada do Jacaré, é um dos mais antigos da Região Oceânica. A favelização aparece sobretudo no morro da Boa Esperança, situado entre as estradas do Jacaré e Celso Peçanha. Ainda na década de 2000, é possível observar a coexistência de sitiantes com áreas favelizadas, além de demais núcleos de baixa renda. Outra área de favelização situa-se no Vale Verde, que derivou da remoção de alguns moradores dos arredores da lagoa de Piratininga. A Escola Madre Ângela está localizada no bairro do Badu – Pendotiba. Segundo dados do IBGE (2000) esta região possui uma área de 4,56 km2 e uma população de quase 8000 habitantes. Devido às diversidades no modelado do terreno, o padrão de ocupação não é homogêneo, mas há pelo menos cinco áreas com certa identidade individualizada: Sítio do Pau Ferro I, Sítio do Pau Ferro II, Monan Pequeno, Monan Grande e Jardim Boa Esperança. O bairro apresenta problemas como o da falta d’água, ausência de esgotamento sanitário e a precariedade do funcionamento dos transportes coletivos. Apenas a linha 37-A atende exclusivamente ao local. Esses problemas e a ameaça de despejo de algumas famílias de posseiros fizeram surgir a Associação dos Moradores e Amigos do Cantagalo, criada em 1980 e registrada em 1983 na FAMNIT. Além disso, a criação das UPPs em bairros da Cidade do Rio de Janeiro provocou o deslocamento de parcela de indivíduos envolvidos com o crime organizado, o qual resultou em um aumento da violência na região e reduziu a penetração do poder público em determinadas áreas do bairro. O público alvo da ação será constituído de crianças na faixa etária de 0-4 anos na Creche Comunitária Esperança em Cristo e de 4-6 anos na Escola Madre Ângela. Além disso, serão envolvidos como parte importante os pais, parentes e funcionários das instituições.
Local de atuação: MPT
Resumo
As parasitoses intestinais são as mais antigas causas de óbitos, principalmente em crianças e os países subdesenvolvidos e/ou em desenvolvimento apresentam a maioria dos casos de doenças parasitárias em geral. A ingestão de água ou alimentos contaminados ainda permanecem como veículo de transmissão de enteroparasitos, porém, além destes, observa-se também contaminação em ambientes fechados, como creches, escolas, asilos e outros onde o contato entre as pessoas é grande e as normas de higiene nem sempre obedecidas.As crianças, por possuírem hábitos higiênicos mais precários são as mais afetadas. Apesar de vários estudos já realizados no município de Niterói, observa-se ainda grande necessidade de avanços em políticas de segurança, educação sanitária e saneamento básico para a população mais carente. O objetivo do estudo é fornecer noções básicas elementares de educação sanitária através de abordagens lúdicas (jogos, teatros infantis) a alunos, responsáveis, funcionários de uma creche comunitária e uma escola ambas localizadas em áreas de risco. Serão benvindos os moradores das comunidades adjacentes que tenham interesse em participar. Além disso, será oferecido gratuitamente o diagnóstico parasitológico (para pesquisa de enteroparasitos em amostras fecais) com emissão de laudo.