Coordenador : Vera Lúcia Prudência dos Santos Caminha
Ano: 2018
Publico Alvo : A intenção é reunir um conjunto de pesquisas de profissionais da saúde, professores, pós-graduandos, graduandos, pais e responsáveis por autistas que tenham como tema central questões relacionadas a aspectos como inclusão escolar, comunicação, interação e aprendizagem do autista. Isso porque pensamos que a preocupação com esse indivíduo e o empenho para sua socialização, com melhoria da qualidade de vida, fazem parte da construção de uma sociedade mais inclusiva, justa e humanitária.
Local de atuação: VFI
Resumo
A proposta de realização do IV SAACA - IV Simpósio sobre Ambientes de Aprendizagem para Crianças Autistas e I SIAACA - I Simpósio Internacional sobre Ambientes de Aprendizagem para Crianças Autistas originou-se das discussões do grupo de pesquisa e extensão ADACA (Ambiente Digital de Aprendizagem para Crianças Autistas), que conta com a participação de professores do Instituto de Ciências Exatas (ICEx) e do Instituto de Ciências Humanas e Sociais (ICHS), ambos pertencentes ao Pólo Universitário de Volta Redonda da Universidade Federal Fluminense (UFF), e com pedagogos e fonoaudiólogos, os quais, juntos, investigam estratégias para facilitar a interação e a comunicação de crianças portadoras da síndrome autística. Com base nessa investigação, o grupo vem desenvolvendo ferramentas digitais que colaborem para o aperfeiçoamento da comunicação do indivíduo autista e para a aprendizagem da língua portuguesa e da matemática. O IV SAACA e I SIAACA tem a pretensão de se consolidar como referência na área proposta. Com esse objetivo, serão convidados para o evento especialistas em diversas áreas de estudos sobre autismo e educação. A intenção é construir uma robustez temática, localizando, discutindo e propondo alternativas para a problemática que envolve o ocorrência do autismo no Brasil. A realização do simpósio é um desdobramento dos trabalhos que vêm sendo desenvolvidos no grupo de pesquisa e extensão do projeto ADACA (Ambiente Digital de Aprendizagem para Crianças Autistas), bem como uma ampliação do escopo analítico, com o intuito de aglutinarmos mais pesquisas e estudos voltados para o que consideramos ser de imensa importância.