Coordenador : Débora Candeias Marques de Moura
Ano: 2018
Publico Alvo : O público-alvo será estudantes de graduação e pós-graduação e profissionais. Tendo como alvo em média 80 alunos.
Local de atuação: TER
Resumo
O Estado do Rio de Janeiro possui uma aptidão para a produção de hortaliças, principalmente, a produção orgânica. Essa produção é baseada na agricultura familiar, onde, segundo dados do IBGE o estado do Rio de Janeiro possui 44.145 propriedades representando 75% de todos os tipos de propriedades rurais e sendo responsável por 56% dos postos de trabalhos rurais no estado. É de interesse para os governos fixarem essas famílias no campo e principalmente, possuírem fonte de renda para sustentarem suas famílias. Existem alguns projetos nesse sentido como no caso do ITERJ (Instituto de Terras e Cartografia do Estado do Rio de Janeiro) em que auxiliam os produtores com máquinas agrícolas e desenvolveram um sistema de irrigação para ajudar na produção agrícola. Outra empresa que dá assistência aos produtores rurais do estado é a EMATER-Rio (Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural) que entre outras assistências, também auxiliam os produtores a conseguirem financiamento para suas produções. Cabe ressaltar que no último Fórum Mundial das Águas, realizado no período de 17 a 23 de março de 2018, o governo brasileiro deixou claro a preocupação com a produção agrícola do país, até mesmo porque a agricultura consome 70% da água disponível na superfície, ressaltando a importância da uma agricultura consciente com o meio ambiente. Nesse sentido visamos a troca de informações relevantes sobre as condições da agricultura em nosso estado objetivando um melhor direcionamento nas linhas de pesquisa da pós-graduação e na graduação dessa instituição de ensino.