Coordenador : Letícia Virgínia Leidens
Ano: 2019
Publico Alvo : O público-alvo deste projeto extensionista cinge-se em ações direcionadas a crianças e adolescentes, que estão inseridos em escola municipal ou estadual do Município de Macaé. A faixa etária das crianças e adolescentes se limita entre 9 a 14 anos, tendo como abrangência um cenário de três a quatro turmas, inseridas no limite destacado. Acreditamos que as crianças e adolescentes são agentes formadores da nova geração e da nova cultura para o trato dos direitos humanos. Buscar-se-á para atender a acessibilidade do critério etário, o desenvolvimento de um material expressado, através das palestras, criação artística, jogos, brincadeiras, palestras e rodas de conversas a fim de alcançar o mundo da infância e da juventude para atuarem como multiplicadoras deste conhecimento em suas comunidades e no seu desenvolvimento pessoal. A inserção deste público-alvo em escolas é necessária, pois elas serão os ambientes onde serão fomentadas as atividades propostas.
Local de atuação: MDI
Resumo
O projeto Desenvolvendo: cultura dos direitos humanos na infância e adolescência buscará difundir o conteúdo da Declaração Universal de Direitos Humanos de 1948, a partir do desenvolvimento e da produção de um material lúdico e interativo, expresso em palestras, criação artística, jogos e brincadeiras a fim de alcançar, acessar e atrair o universo das crianças e adolescentes, inseridos em escola pública do Município de Macaé. Trata-se de uma ação educativa para a formação e a promoção da cultura dos direitos humanos, de modo que auxilie na transformação do trato dos direitos humanos como fenômeno cultural, através da disseminação do conhecimento e da informação acerca das questões que o compreendem. A perspectiva reside em uma ação de mobilidade do seu conteúdo para o público infantil e juvenil, de modo que desde cedo, se implemente e se estimule no processo de formação, o valor cultural do tema direitos humanos para formação da sociedade.