Coordenador : Samanta Cardozo Mourão
Ano: 2019
Publico Alvo : O projeto tem por objetivo realizar o controle de qualidade comparativo de medicamentos genéricos, similares e de referencia comercializados promovendo uma discussão sobre os aspectos regulatórios de interesse para a população usuária de medicamentos genéricos. Também deve auxiliar na formação de academicos do curso de Farmácia e demais participantes da equipe executora bem como da comunidade acadêmica por meio da divulgação dos resultados obtidos
Local de atuação: LURA/EX
Resumo
O estudo comparativo de controle de qualidade entre medicamentos genéricos, similares e de referencia, adicionado dos estudos comparativos de disssolução in vitro indica a equivalência farmacêutica. A equivalência farmacêutica é um pré-requisito para o registro de medicamentos genéricos e similares intercambiáveis e que pode ser relacionada com a bioequivalencia, e portanto, com eficácia dos medicamentos. Entretanto vários fatores relacionados com o processo produtivo podem influenciar na perda de qualidade do produto final. Pretende-se nesta proposta, em continuação aos trabalhos realizados no LURA, a avaliação da equivalencia farmacêutica dos medicamentos genéricos e similares contendo glibenclamida. A glibenclamida é um hipoglicemiante oral empregado no tratamento do diabetes mellitus, doença de grande impacto na população mundial. É disponível na forma farmacêutica de comprimidos na dose de 5 mg, em diferentes especialidades. O estudo envolverá medicamentos de referência, genéricos e similares intercambiáveis pretendendo serem testados dois lotes diferentes de cada laboratório. Serão realizados os testes físico químicos para avaliação de equivalência farmacêutico e estudo comparativo do perfil de dissolução.