Coordenador : Lucianne Fragel Madeira
Ano: 2019
Publico Alvo : Público em geral, de faixa etária e perfil sociocultural variados a saber: - alunos e professores do Ensino Fundamental e Médio pertencentes às escolas municipais, estaduais ou privadas dos municípios atendidos; - discentes da graduação e pós-graduação, internos ou externos da UFF, que receberão treinamento e participarão como mediadores; - público em geral, participantes das atividades.
Local de atuação: GNE
Resumo
A compreensão dos fenômenos físicos, químicos e biológicos não é uma tarefa simples, principalmente, caso a abordagem dos conteúdos seja realizada apenas através de uma exposição teórica formal. Assim, cabe às atividades de popularização científica o importante papel de informar e até mesmo educar cientificamente o cidadão brasileiro através dos mais variados processos de comunicação científica. Portanto, o desenvolvimento e ampliação de atividades científicas lúdicas, interativas e criativas para o público leigo contribuirão para a inclusão científica, que pode ser fundamental para o despertar de vocações e para a compreensão de que a prática científica não está afastada do cotidiano. Desta forma, o programa Ciências sob Tendas contribuirá para a alfabetização científica de, principalmente, indivíduos jovens, propiciando a sensibilização e compreensão pública da ciência e da tecnologia através do desenvolvimento de atividades lúdicas, criativas e interativas, apresentadas em espaços não formais de educação. O programa pretende contemplar as seguintes modalidades de atividades: Ciência móvel, com exposições do Ciências Sob Tendas; Ciclo de palestras, com o Bate-papo com o cientista; Mostra de Teatro Científico, com o teatro de fantoches Águas da Vida; mostra de vídeos do acervo Ver Ciência e promoção de curso de Mediação. Esperamos, também, que as atividades e materiais desenvolvidos pelo grupo proponente possam promover uma maior conscientização da população para a importância pesquisa científica para o desenvolvimento tecnológico, econômico e social do Estado do Rio de Janeiro e do nosso País, e também, estimular a curiosidade em geral e despertar vocações para carreiras científicas.