Coordenador : Aline Emerim Pinna
Ano: 2019
Publico Alvo : O público-alvo do projeto são os médicos veterinários da instituição, autônomos e estudantes de graduação em medicina veterinária. A cada encontro são esperados em torno de 15 pessoas para os ciclos de atualizações. Estarão envolvidos diretamente na organização das dinâmicas 10 docentes da Faculdade de Veterinária de diferentes áreas de conhecimento e 5 discentes do programa de pós-graduação em Clínica e Reprodução Animal.
Local de atuação: MCV
Resumo
A prática em educação permanente é um processo político-pedagógico que trata de colocar o cotidiano profissional em constante evolução e adaptação. Com esse pensamento, a Medicina Veterinária (MV) evolui para tornar seus diagnósticos cada vez mais exatos. O setor de diagnóstico por imagem torna-se indispensável à rotina da clínica veterinária, por proporcionar a MV um diagnóstico complementar preciso e rápido. Das técnicas mais utilizadas, destacamos o raio x e o ultrassom por serem exames não invasivos, de fácil realização, sem a necessidade de grande contenção animal, podendo assim, indagar ou revelar precisamente uma patologia, ou outros danos ao animal. Pelo fato de lidarmos com vida, precisamos aprimorar nosso conhecimento a cada oportunidade. Portanto, temos a oportunidade de fazer essa conexão entre o mundo acadêmico e a rotina profissional estimulando a cada vez mais a educação permanente e continuada. Logo, nosso objetivo é capacitar de médicos veterinários e estudantes de graduação em MV com intuito de conhecer, divulgar e aperfeiçoar novas técnicas de diagnóstico e tratamentos. O projeto é baseado em eventos informativos e educativos, ciclo de palestras, simpósios, encontros e dinâmicas práticas para médicos veterinários e estudantes de graduação em MV voltados para identificação da doença, diagnóstico e tratamento da mesma. Serão utilizadas as instalações da Fazenda Escola da Universidade Federal Fluminense e no Hospital Veterinário Professor Firmino Marciso Filho, dependendo da temática abordada no evento. O projeto será autofinanciável e pretende-se investir em material durável para se tornar patrimônio da nossa unidade de ensino.