Coordenador : Cristina Maria Carvalho Delou
Ano: 2019
Publico Alvo : Público interno da UFF IGs Federais IGs Estaduais IGs Municipais Organizações de Iniciativa Privada Movimentos Sociais ONGs/OSCIPs Organizações Sindicais Grupos Comunitários Outros
Local de atuação: GCM
Resumo
Alunos com altas habilidades ou superdotação são os menos citados no Censo Escolar de 2010 (n=9.208; 0,018%) em relação aos alunos com deficiências (n=888.917; 1,74%), deficiência intelectual (n=433.548; 0,84%) para 51.500 milhões estudantes da Educação Básica. Todos os documentos oficiais apontam alunos com altas habilidades ou superdotação como público-alvo da Educação Especial. As políticas públicas voltadas para a melhoria da escola pública incentivam a descoberta de novos talentos para a ciência, ou vocação científica. Esses alunos aprendem rápido e apresentam autonomia e reflexão crítica sobre a realidade. O objetivo geral do estudo é oferecer um curso de formação continuada para profissionais da educação para a identificação, atendimento na sala de aula regular e no atendimento educacional especializado para alunos com altas habilidades ou superdotação na escola de ensino regular da creche ao ensino superior. Por se tratar de uma demanda da sociedade em virtude da legislação vigente, esta ação de extensão será realizada com a metodologia da pesquisa-ação (Thiollent, 2011) com as seguintes atividades: curso semi-presencial de 120h, estudo de caso, questionários e exercícios didáticos on-line, oferecido a 500 sujeitos. O curso presencial e on-line, terá o total de 120h, contando 24h presencial e 96h a distância. Todas as aulas serão semanalmente avaliadas on-line.