Coordenador : Adriana Machado Penna
Ano: 2019
Publico Alvo : Professores e professoras de educação física, atuantes em escolas da rede pública de ensino, no município de Niterói-RJ e que atuem no ensino médio. Também compõe o público alvo do presente projeto de pesquisa os alunos destes professores que demonstrarem interesse em participar do projeto, além dos discentes do curso de licenciatura em educação física do Instituto de Educação Física da UFF. Serão beneficiados cerca de 50 pessoas entre docentes e alunos da escola básica e licenciandos da Uff, do curso de educação física.
Local de atuação: GEF
Resumo
Esta proposta busca implementar uma ‘sala’ de exibição de filmes no IEF integrando as dimensões educativa, social e cultural. Contará com a participação de professores de educação física do ensino médio de cinco escolas públicas de Niterói e de alguns de seus alunos. Trata-se de uma ação relevante de formação/sensibilização para a reflexão coletiva sobre a sociabilidade na contemporaneidade, identificando as condições reais de trabalho do professor de educação física. Pretendemos trabalhar com filmes e documentários que levantem discussões relativas às manifestações da cultura corporal na sua dimensão histórica e crítica. Os discentes da licenciatura em Educação Física terão acesso a experiências essenciais à sua formação na perspectiva da indissociabilidade entre o ensino, a pesquisa e a extensão, promovendo a síntese entre a teoria e a prática. Promoverá análises sobre a educação física escolar, atentando para: a) seus desdobramentos frente às imposições do mercado da estética, das mídias e da indústria da moda; b) suas várias modalidades e expressões de práticas esportivas, parametrizadas por uma lógica de competitividade acirrada em função das demandas de grandes empresas financiadoras; c) suas expressões lúdicas e artísticas, respectivamente representadas pelos jogos e brincadeiras, bem como dando relevo às várias expressões da dança, das lutas e das manifestações oriundas dos povos tradicionais; d) a relação que o professor de educação física mantém com esta realidade social contemporânea, favorecendo a análise de todos sobre o impacto desta realidade na sua formação, ação político-pedagógica na escola e sua relação com os estudantes no âmbito desta disciplina.