Coordenador : Anna Virgínia Muniz Machado
Ano: 2019
Publico Alvo : As visitas técnicas envolverão, principalmente, comunidades assistidas com projetos de abastecimento de água e lideranças comunitárias. As experiências acumuladas pela ação de extensão serão refletidas em reuniões e encontros envolvendo docentes, estudantes, organizações governamentais do âmbito federal e municipal, organizações não-governamentais e especialmente grupos comunitários.
Local de atuação: TDT
Resumo
Em todo o mundo, muitas pessoas ainda não têm acesso à água proveniente de uma fonte segura. No Brasil, ainda hoje, o acesso à água é deficiente ou inexistente, principalmente, nas áreas rurais. Levando em consideração o papel da universidade em auxiliar e apoiar o desenvolvimento urbano e rural, visando à melhoria e qualidade de vida da população, essa ação é proposta com a iniciativa de estudar e identificar ações relevantes na área de saneamento em pequenas comunidades, principalmente na parte de gestão, reunir informações e avaliá-las de forma abrangente, e assim, difundir o conhecimento através de publicações colaborando para a solução da carência de auxílio nestas comunidades. A necessidade das comunidades se auto-organizarem e tecer alianças como forma de enfrentar a ineficiência do Estado em assegurar o abastecimento de água para todas as localidades do país gera inovações sociotécnicas na gestão comunitária de água. Por meio da pesquisa e da produção de material científico, é possível ampliar e difundir o conhecimento sobre alternativas de gestão para pequenas comunidades, contribuindo com o trabalho dos gestores comunitários e dos formuladores de políticas públicas e na melhoria da qualidade de vida da população beneficiada. Portanto, o objetivo principal da ação de extensão proposta é conhecer, abordar e interagir com as experiências das alternativas de gestão comunitária e tecnológica, comunidades e atores envolvidos na realização de ações de saneamento ambiental rural.