Coordenador : Anna Virgínia Muniz Machado
Ano: 2020
Publico Alvo : O público se refere às comunidades rurais atendidas, com foco nas crianças e jovens em ambientes de educação formal e não-formal. Além disso, o material desenvolvido será disponibilizado para consulta por parte de prefeituras que possuam área rural, associações comunitárias, instituições que atuam na área de saneamento rural, profissionais e estudantes da área de engenharia.
Local de atuação: TDT
Resumo
O Brasil é signatário dos compromissos estabelecidos com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Dentre eles, está o de número 6, que possui como fundamento a universalização do abastecimento de água e saneamento, de modo a prover esses serviços inclusive às populações afastadas dos centros urbanos. Vem sendo dotado na América Latina um modelo de gestão comunitária com participação dos usuários como meio de implementação do acesso à água. A perspectiva da transformação do estudante extensionista está na atuação de forma interativa com os problemas da população brasileira, contribuindo para a formação de políticas públicas que atuem na melhoria da qualidade de vida da população. Os aspectos envolvendo empoderamento social para a gestão da água são evidenciados em situação transversais com o diálogo interdisciplinar, envolvendo tecnologia e a temática socioambiental. Assim, dentro do papel da universidade de apoiar o desenvolvimento urbano e rural, contribuindo para melhoria da qualidade de vida dos cidadãos, propõe-se esta ação com objetivo de conhecer, abordar e interagir com as experiências das alternativas de gestão comunitária e tecnológica, comunidades e atores envolvidos na realização de ações de saneamento ambiental rural, de modo a permitir o fomento de pesquisa, elaboração e aperfeiçoamento de estratégias e plataformas para realização de outras atividades de conscientização ambiental, como uma dinâmica que envolva a integração entre extensionistas e a comunidade alvo, bem como a capacitação de multiplicadores locais para a manutenção das atividades, e a formulação de material para fins acadêmicos, como artigos, anais e projetos.