Coordenador : Leandro Machado Rocha
Ano: 2020
Publico Alvo : O evento será destinado a profissionais de saúde, acadêmicos da área de saúde e comunidade em geral
Local de atuação: MTC
Resumo
O Estado do Rio de Janeiro está inserido no Bioma Mata Atlântica, apresentando grande diversidade de ecossistemas. As restingas fazem parte deste Bioma. Em 2010, nosso grupo de pesquisa foi contemplado com o apoio da FAPERJ, dentro do programa Apoio ao Estudo da Biodiversidade, na edição E_19 - Apoio ao Estudo da Biodiversidade - BIOTA - RJ 2010, dentro da modalidade Auxílio à Pesquisa Básica. Objetivando otimizar as atividades previstas nesse projeto, foi realizado em 2011 o Primeiro Simpósio Flora das Restingas Fluminenses, onde foram reunidos todos os pesquisadores envolvidos nesse projeto, além de outros especialistas em estudos de restingas fluminenses. Nesse simpósio foi possível aglutinar os pesquisadores que atuam em áreas de restingas fluminenses, trocando informações e fortalecendo colaborações científicas. Em 2012, contando ainda com o apoio da FAPERJ, foi realizado o II Simpósio Flora das Restingas Fluminenses, incluindo a criação de um Comitê Científico e a apresentação e premiação dos melhores trabalhos científicos. A partir de então, o evento vem sendo realizado bienalmente de forma ininterrupta. Em 2014 foi realizado o III Simpósio Flora das Restingas Fluminenses, o IV Simpósio em 2016 e ainda o V Simpósio em 2018. Esse projeto visa, portanto, a aproximação dos pesquisadores envolvidos no estudo das potencialidades fitoquímicas e biológicas praticamente inexploradas da flora encontrada nas restingas fluminenses, contribuindo para a valorização da flora local, agregando valor às suas espécies e otimizando as atividades que estão sendo realizadas.