Coordenador : Adriano de Oliveira Caminha
Ano: 2020
Publico Alvo : Crianças autistas entre 4 e 15 anos de idade.
Local de atuação: VFI
Resumo
Os transtornos do espectro do autismo consistem em um distúrbio que engloba comprometimento nas áreas relacionadas à comunicação, à interação e às ações simbólicas. Além disso, compromete o comportamento geral e o desenvolvimento neuropsicológico do portador. Sendo a linguagem um importante processo que é afetado neste contexto, o projeto de extensão Ambiente Digital de Aprendizagem para Crianças Autistas (ADACA) que está sendo realizado na UFF, Campus Aterrado, em Volta Redonda, desenvolve ferramentas computacionais com o objetivo de auxiliar na aprendizagem da criança autista, através de atividades complementares no ensino de matemática, português e música, contribuindo para a inclusão digital dessas crianças. Até o presente momento, foram desenvolvidos jogos educacionais para dispositivos móveis Android para testes e análises que serão distribuídos a partir de março de 2020 pelas crianças com autismo no LADACA (Laboratório do Ambiente Digital de Aprendizagem para Crianças Autistas), em casa e em qualquer outro ambiente. Essa proposta visa o desenvolvimento de mais jogos educacionais Android, aprimorados e integrados ao servidor ADACA para envio de dados de uso, com isso favorecer a socialização, bem como a melhoria da qualidade de vida das crianças com autismo e suas famílias. A novidade dessa proposta é que ano passado, em um projeto PIBINOVA, foi desenvolvido e testado um servidor de integração Android-Web utilizando Java, JSon, MySQL e outras tecnologias, tornando possível o envio dos dados de uso dos jogos a partir de qualquer lugar, dos dispositivos móveis para o servidor web, tornando possível a análise de aprendizagem a qualquer momento.