Coordenador : Ana Lucia Abrahao da Silva
Ano: 2020
Publico Alvo : Alunos dos cursos de graduação da área de saúde
Local de atuação: MEM
Resumo
O debate sobre a formação do profissional de saúde, ao longo dos últimos 20 anos, incorpora estratégias de política de saúde no Brasil, com experiências que avançam na direção de congregar elementos, que desloquem a prática centrada no paradigma biologista e patológico e invista em processos de prevenção de doenças e promoção de saúde, com centralidade no sujeito. Uma direção que abrange todos os serviços no campo da saúde, esteja ele na atenção básica, média ou na alta complexidade e uma intenção presente também na constituição e na prática pedagógica dos cursos de graduação em saúde. Um esforço de estimular formas de mudanças no currículo e fomentar o debate sobre a formação profissional mais próxima das necessidades de saúde da população. Movimentos com alto grau de tensão pois, mudanças curriculares são sempre atravessadas por diferentes interesses, o que nos coloca em um processo intenso, com muitas idas e vindas, em um constante desafio a ser enfrentado no cotidiano da sala de aula, nas reuniões de departamento, nos diferentes espaços acadêmicos e nos serviços de saúde. A dinâmica consiste no acompanhamento de casos pela rede a partir do dispositivo Sombra. A análise do material tomará a analise de conteúdo como norte nesta investigação. O projeto terá duração de 02 anos