Coordenador : Luiz Jardim de Moraes Wanderley
Ano: 2020
Publico Alvo : - Professores da educação básica - Profissionais do terceiro setor - membros de Movimentos sociais - membros de organizações de trabalhadores - Servidores públicos - Alunos de graduação - Pesquisadores
Local de atuação: GGE
Resumo
O curso Economia Política da Mineração tem como objetivo reunir um conjunto de conteúdos teóricos e empíricos sobre a indústria extrativa mineral em suas escalas global, continental, nacional e regional. Mobilizando discussões de diferentes subáreas das Ciências Sociais, Engenharia, Economia Política e, principalmente, da Geografia, o curso busca apresentar um panorama sobre: 1. Redes Globais de Produção (RGPs) extrativas e suas corporações líderes, a partir da análise de suas estratégias corporativas; 2. modelos de desenvolvimento commodity-driven, neoextrativismo na América Latina e política mineral no Brasil; 3. as dinâmicas cíclicas de preços, investimentos e produção minerais, sua relação com desastres infraestruturais no setor (em especial, de barragens de rejeito), assim como as respostas empresariais, incluindo a gestão dos desastres e a Responsabilidade Social Corporativa (RSC); 4. o cenários dos conflitos socioambientais no setor, a evolução das formas e movimentos de resistência e controle social da mineração, e o instrumento da cartografia social; e 5. a análise das expressões regionais desses fenômenos, tendo em conta das redes minerais estabelecidas no Cerrado e sua comparação às estruturas implantadas na Amazônia e no Sudeste brasileiros.