Coordenador : Aline Cerqueira Santos Santana da Silva
Ano: 2020
Publico Alvo : O público alvo desta ação é toda e qualquer pessoa que por livre escolha acesse o aplicativo através do seu smartphone, a fim de obter informações claras, corretas e atualizadas acerca da COVID-19, disponibilizadas pelas autoridades sanitárias do Brasil e do Mundo.
Local de atuação: REN
Resumo
O ano de 2020, inicia com a notícia do surgimento de um novo coronavirus zoonótico, que cruzou espécies para infectar populações humanas, sendo o agente etiológico o novo coronavirus (COVID – 19; nome anterior - 2019nCoV). O novo coronavírus causa doença respiratória podendo apresentar sintomas de uma gripe comum ou formas mais graves, tais como a Síndrome de Oriente Médio (MERS) e a Síndrome Respiratória Aguda Severa (SRAS), sendo letal em muitos casos. Baseado na experiência com SARS-CoV e MERS-CoV é provável que a transmissão do novo coronavirus (COVID-19) ocorra com maior intensidade por meio de gotículas, antecipando desta forma a importância da implementação de medidas de saúde pública como forma de mitigar a transmissão da COVID-19. Em função da relevante situação epidemiológica e do risco potencial de propagação deste novo coronavírus em nosso país e no mundo, a utilização de aplicativos móveis como ferramenta educacional no âmbito da saúde se apresenta com grande propósito, devido à quebra da limitação da mobilidade, por entregar informações de saúde com mais agilidade e precisão, além do monitoramento remoto. Assim, tal dispositivo é idealizado como uma tecnologia educacional facilitadora para a tomada de decisões de forma autônoma pela população brasileira no enfrentamento desse agravo, mediante a ampliação do seu conhecimento de modo prático e acessível. Logo, o projeto torna-se relevante tanto para o desenvolvimento científico quanto tecnológico e de inovação no país, pois essa ferramenta visa integrar de forma sinérgica o acesso em tempo real às informações fidedignas e atualizadas sobre a COVID-19.